Archives

O Museu é um produto e um catalizador de desenvolvimento econômico e cultural, mas também de atividade, de memória coletiva, de educação e de conhecimento. Com a projeção no tempo e no espaço ambicionadas, a reflexão sobre seu propósito ganha notoriedade em todo o mundo. No Brasil, as instituições arquivo e museu são antigas e hoje têm suas atribuições e características bem definidas e debatidas. Tanto os arquivos como os museus preservam acervos que são vistos como objetos de memória, processam informações e tornam disponíveis à sociedade. Mas também possuem os mesmos problemas, como pessoal qualificado e espaço físico, além de, como outras instituições culturais, estarem entre os primeiros a enfrentar as demissões e fechamento durante os períodos de escassez de recursos. Neste sentido, optou-se por entender o espaço projetado de maneira flexível, permitindo que o mesmo pusesse se adaptar às necessidades da futura exposição, respeitando seus limites físicos espaciais. O objetivo é criar um espaço que não só abrigue a memória, como também funcione como um catalizador de atividades culturais e educacionais voltadas aos interesses da cidade e do seu bairro. Assim sendo, seu espaço foi concebido buscando surgir de maneira contida, respeitando o espírito do lugar, se adaptando as necessidades, escala e espacialidades já contidas no atual complexo, sem se esquivar de sua responsabilidade como construção contemporânea. Equipe de Desenvolvimento: Autoria: Ana Paula Polizzo, Gustavo Martins e Josep Ferrando  

O Museu é um produto e um catalizador de desenvolvimento econômico e cultural, mas também de atividade, de memória coletiva, de educação e de conhecimento. Com a projeção no tempo e no espaço ambicionadas,…

CENTRO DE PRESERVAÇÃO DA HISTÓRIA FERROVIÁRIA DO RIO DE JANEIRO

Educação pra todos - Os equipamentos educacionais participam ativamente do cotidiano de uma comunidade. Influenciam na formação sociocultural de seus habitantes, atuam como impulsionadores de potencialidades diversas para além de seus limites físicos, sendo capazes de estabelecer relações de pertencimento e acolhimento para aqueles que habitam sua vizinhança. Localizado em uma área de ocupação recente, o bairro do Crixá, na cidade já consolidada de São Sebastião, o terreno destinado para a implantação da Escola Classe é caracterizado pela regularidade em suas dimensões e por seu desnível máximo 5 metros que orientou a estratégia de ocupação. Assim, o acesso à Escola se dá no ponto mais alto do terreno, voltado para a Avenida Crixá, gerando uma esplanada elevada de acesso, que tenha na sua essência o valor da convivência, do encontro, da troca, do cotidiano do bairro como diretriz de projeto. Este é o espaço responsável por receber os alunos e visitantes, promovendo assim, a transição entre o espaço público e o privado, além de possibilitar as visadas para o restante da escola. É responsável ainda por distribuir os fluxos seguindo a lógica do programa da Escola Classe, que define claramente grupos de atividades de naturezas distintas: áreas administrativas, áreas pedagógicas, áreas recreativas e áreas de serviço. Autores: Ana Paula Polizzo, Danilo Galvão, Gustavo Martins e Marina Barcellos

Educação pra todos - Os equipamentos educacionais participam ativamente do cotidiano de uma comunidade. Influenciam na formação sociocultural de seus habitantes, atuam como impulsionadores de potencialidades diversas para além de seus limites físicos, sendo…

CONCURSO CODHAB – Escola em Brasilia